Segunda-feira, 19 de Janeiro de 2009
As opiniões das máquinas

 É preciso ser muito distraído, e quem diz traído diz cornudo, para não perceber que as máquinas já ganharam uma consciência própria. Já tomam decisões e, no fundo já influenciam a nossa sociedade.

Peguemos no caso dos telemóveis. Quando escrevemos uma mensagem escrita, se não tivermos cuidado a máquina vai escrever o que acha que deve ser escrito. Activar o dicionário é abrir a porta às opiniões do equipamento.

Imaginemos que a letra do Bem Bom das Doce tinha sido escrita com um telemóvel e com o dicionário T9 activado. O refrão poderia sair "vamos abordar e ficar a ouvir a rádio no ar, a chuva a cair". Ora abordar não faz grande sentido, mas se dissermos "vamos a bordar e ficar a ouvir a rádio no ar, a chuva a caír" percebemos bem qual é a opinião do maquinedo àcerca do papel da mulher na sociedade.

Não podemos permitir semelhante retrocesso, as mulheres ganharam o seu espaço e não vai ser um aparelho ridículo que as vai mandar bordar.

Se os telemóveis mandassem, a nossa moeda europeia seria chamada Duro. Nós os portugueses mais idosos que ainda leram os Patinhas na versão brasileira sabem bem que era essa a expressão que o Donald usava quando queria dizer que não tinha dinheiro. Fica então registada a opinião do T9 relativamente à moeda única.

Passadas as opiniões automáticas da mulher na sociedade e das finanças dos portugueses, o que nos diz a máquina às relações amorosas? A escolha recai nas Anas. Para os telemóveis todas as Anas são boas. Mas a bordar.
 


Vamos a bordar, minhas senhoras!
 




Segunda-feira, 24 de Dezembro de 2007
SMSs de Natal

Este ano todos recebemos (alguns até enviaram) aquele SMS que diz que a vaca está louca, a ASAE fechou o estábulo e o menino foi entregue ao pai biológico. Eu recebi umas dezenas de cópias, claro que uma pessoa não passa da vaca louca porque já conhece o resto do texto.

Será?

Munido da perspicácia que me é característica, notei que nalgumas mensagens os camelos estão no governo e noutras estão na oposição. Sem dificuldade conseguimos fazer uma sondagem política à boca das festividades.

Aproveito para pedir desculpa por não ter enviado SMSs a absolutamente ninguém, mas o post anterior é dedicado a todos com o mesmo amor com que enviaria o SMS das vacas.


tags: ,

por Pedro Chichorro às 20:58
link do post | comente | adicionar aos favoritos







.posts recentes

. As opiniões das máquinas

. SMSs de Natal





Add to Google Reader or Homepage



AddThis Feed Button
AddThis Social Bookmark Button