Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Chichas

Porcarias que encontro por aí

Porcarias que encontro por aí

Chichas

19
Dez09

Insónia

Pedro Chichorro

 Isto é bom demais para um post efémero no Facebook. Embora também lá vá cair, este post merece lugar no blog porque é um dos episódios geniais do Ren & Stimpy, a série de animação dos anos noventa que a SIC passava aos domingos de manhã sem que os pais soubessem o que os filhos estavam a ver. A insónia do Ren. Aqui a parte 1 e aqui a parte 2.

Já agora, a dobragem e adaptação para português estava muitíssimo boa e gostava de voltar a ver essa versão. Alguém sabe como?

 

c2bc7f3f315d4d25b4fd9ddbb5a8454d
19
Dez09

Pito

Pedro Chichorro

O Dom Pito mudou de mãos. As diferenças não são muitas mas notam-se, os preços subiram e a variedade de produtos também. O resto são pormenores.

 

c2bc7f3f315d4d25b4fd9ddbb5a8454d
08
Dez09

Só para que conste

Pedro Chichorro

 Esta noite, no meio das ruas cheias da baixa do Porto, fumava eu um cigarro gelado quando uma menina mo rouba dos dedos e logo a seguir me estende o seu próprio maço.

- SG Filtro? - respondi - Isto são pequenas bombas!

Responde a chavala:

-  Adoro pequenas bombas.

 

 

c2bc7f3f315d4d25b4fd9ddbb5a8454d
05
Dez09

Carneiros

Pedro Chichorro

 Vi um vídeo que me surpreendeu. Alguém começou a fazer fraca figura a dançar num local público e dançou sozinho durante todo o vídeo sem que as pessoas começassem tipo zombie a dançar a mesma merda.

 

c2bc7f3f315d4d25b4fd9ddbb5a8454d
05
Dez09

Amarelho

Pedro Chichorro

É tão indigno uma cor se chamar cor-de-laranja ou cor-de-rosa. Não podiam ter um nome próprio em vez de dizerem que têm a mesma cor que outra coisa? Isto aplicado às pessoas ficaria algo como cara-de-pacheco-pereira. Com a familiaridade há quem lhes chame simplesmente laranja ou rosa, o que piora a situação caso pareçamos realmente o Pacheco Pereira. E há quem pareça.

O cor-de-laranja devia fazer como os brasileiros e misturar o nome dos progenitores. Não confundir com manter o mesmo nome e acrescentar um Júnior, como fez o Azul-bebé. Falo em misturar mesmo os nomes mas neste caso em vez de Marineide ficaria Amarelho ou Vermelo.

c2bc7f3f315d4d25b4fd9ddbb5a8454d
03
Dez09

Sou insensível

Pedro Chichorro

 Xobitor diz:

*mas é incrivel

*a agencia da Popota criou videos pro utube, quizzes pro facebook, grupos e bonecos pro msn

*e as pessoas usam e acham graça

*grande golpe mesmo

ℓ diz:

*sim desse ponto de vista

۞ Xobitor diz:

*é o unico ponto de vista

ℓ diz:

*eu pus o video da popota na pagina de jogos dos putos

*lol

۞ Xobitor diz:

*incrivel

ℓ diz:

*eu gosto da popota

*lol

۞ Xobitor diz:

*és mto labrego

ℓ diz:

*lol

*estupido

*insensivel

 

 

 

c2bc7f3f315d4d25b4fd9ddbb5a8454d
02
Dez09

O quiosque do Pedro

Pedro Chichorro

 Descobri um dos blogs que mais prazer me dá ler, ando a devorar os posts antigos. Curiosamente só o conheci agora visto o autor ser meu amigo desde que deixou de mijar para cima de formigas e começou, também ele, a fumar.
O Pedro tem o quiosque mais famoso do país e só eu não sabia. Ele escreve (nada desde Julho) de forma excelente e crítica o estado da imprensa e da sociedade sem deixar de contar episódios hilariantes passados dentro e fora daqueles seis metros quadrados.

Só um excerto por entre centenas que podia ter escolhido:

 

 Eu vendo 30 pratos rasos (ou de sopa, ou de sobremesa) a 1,25€ a peça e ainda ofereço um jornal. Jornais jornais… devo vender uns 10. Segundo, quando um cliente me formula o desejo “quero o jornal do prato, e o respectivo, por favor”, isto diz bem do uso que a pessoa vai dar ao jornal. E ao prato.

Eu só consigo descortinar duas estratégias para o “brindório” em que se transformou a venda de jornais. Uma: o cliente, atraído pelo brinde, acaba por ler o jornal. Gosta e continua a comprar, mesmo que não traga brinde. Estratégia aceitável, com resultados duvidosos. Outra: estimular o número de vendas em banca (não é por aqui que os jornais ganham dinheiro), permitindo apresentar trimestralmente números mais simpáticos, com consequências junto de quem lhes paga a publicidade (é por aqui). Estratégia duvidosa, com resultados aceitáveis. Com alguma dificuldade, ainda consigo ver uma outra estratégia: o pessoal dos jornais é tudo malta porreira, e gosta de oferecer brindes como forma de agradecer ao leitor o facto de ter comprado o seu jornal. Estratégia duvidosa, com resultados duvidosos

Ninguém me tira da cabeça. Os jornais, hoje em dia, estão-se a vender pelas razões erradas. Espero bem que todos já tenham percebido isto.

 

Diário de um Quiosque

 

 

c2bc7f3f315d4d25b4fd9ddbb5a8454d

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Favoritos

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D