Sexta-feira, 18 de Abril de 2008
O Anti-sucesso

É natural que se investigue que coisas é que as pessoas mais gostam e mais detestam em músicas. Isto servirá como mapa para criar os próximos sucessos, claro... mas também pode ser usado para o mal: criar a música mais detestada de sempre.

As sondagens mostram que as pessoas não gostam de músicas longas, com instrumentos como acordeões, gaitas de foles e outros instrumentos igualmente étnicos como o banjo. Não gostam de orquestras grandes, coros, crianças a cantar e músicas sobre épocas festivas

As pessoas não gostam de notas dissonantes, de mudanças abruptas (abrutas?) de ritmo e estilos.
Alguém juntou tudo o que é menos apreciado numa música e, se os cálculos estiverem correctos, apenas 200 pessoas em toda a humanidade gostarão do resultado.

Eu mandei uma sonda credível antes de ouvir porque tive medo de gostar desta obra e ser outra vez acusado de elitista, pseudo-intelectual, que  não gosto dos U2 e de calor só porque parece bem.

Estou neste momento a apreciar e o cão está com comportamentos estranhos. Mas é da trovoada. Uma coisa asseguro ao ouvir isto: já ouvi muito pior e não critiquei. Neste caso até gosto das mudanças repentinas de estilos, a surpresa dos instrumentos e as referências comerciais e festivas. Uma espécie de Mister Bungle mais sofisticado, mais recheado de referências e menos violento. Atenção ao momento depois dos 17:50 com a flauta, cordas, harpa e... megafone. Uma autêntica sopa com os legumes cortados grosseiramente que não passou pela varinha mágica. Eu gosto de sentir os legumes na sopa e por acaso avariou-se-me a Moulinex .

The most unwanted song é uma obra absolutamente válida e cá para mim isto tudo não passa de marketing, mas apontado aos tais pseudo-intelectuais que dizem que não a tudo que cheirar a pop. Se o caro leitor for curioso e gostar de ser surpreendido, ouça a música menos querida sem medos.

 

 


tags:

por Pedro Chichorro às 11:28
link do post | comente | adicionar aos favoritos

1 comentário:
De Ângelo Fernandes a 9 de Maio de 2008 às 11:04
curiosamente acho que o senhor Komar enganou-se nos formatos. Achei a música "mais querida" bem mais detestável do que a supostamente música menos querida.


Comentar post






.posts recentes

. Ainda alguém lê isto?

. Dicas de poupança - No de...

. Mensagem do futuro

. Bolores engenheiros

. Conversa no Taxi

. Juliette

. Escalada

. Despertador novo, vida no...

. Karma Police israelita

. Janela para o mundo

. Moda Lisboa - Sugestão de...

. Poema de um coronel sensí...

. La Planète sauvage

. A ceguinha

. Regra de ouro do consumis...

. Welcome

. Fátima Lopes

. Um desafio, um ovo e uma ...

. Tem ovo

. Thin Lizzy vs. The Pixies

. Nino Guitar

. Festa inexplicável

. Pequenos gnomos

. Sem querer aventurei-me n...

. Comércio tradicional

. Orgulhos lusitanos

. A quem interessar: encont...

. Números de telefone fácei...

. Gosta de alho? Eu adoro a...

. Vítor Gaspar





Add to Google Reader or Homepage



AddThis Feed Button
AddThis Social Bookmark Button