Sexta-feira, 21 de Março de 2008
Pedofilia alimentar

Tudo o que é pequenino é bonito ou é mais saboroso, mas pode ser ilegal. Atentemos nos tomates cherry , nas cenouras baby ou nas couvinhas de Bruxelas. Como é possível que consigamos comer tais criaturas que nem tempo tiveram para chegar à puberdade, quanto mais reproduzirem-se?

Já perdi a conta às discussões violentas que tive na padaria aqui do sítio por causa das míni bolas de Berlim , dos minúsculos éclairs e natinhas . É indecente mas isso a ASAE não proíbe... até se lembrarem, claro.

Hoje ao almoço cedi, confesso . Comi uns carapauzinhos minúsculos com arroz de legumes. Arrancava-lhes a cabecita, inseria-os nesta boca pecadora e cortava-lhes o rabo pela raiz . Treco . Depois mastigava bem que estes peixinhos são pequenos mas têm uma espinha ali toda firme.

Saí do restaurante com uma vergonha sem tamanho esperando que ninguém me visse e aí tudo piorou: o sítio que me serviu a refeição diabólica chama-se Ritto .

Não há coincidências.



por Pedro Chichorro às 01:43
link do post | comente | adicionar aos favoritos

2 comentários:
De João a 21 de Março de 2008 às 11:35
E não lhes comias os rabinhos?? é a melhor parte ;)


Comentar post






.posts recentes

. Ainda alguém lê isto?

. Dicas de poupança - No de...

. Mensagem do futuro

. Bolores engenheiros

. Conversa no Taxi

. Juliette

. Escalada

. Despertador novo, vida no...

. Karma Police israelita

. Janela para o mundo

. Moda Lisboa - Sugestão de...

. Poema de um coronel sensí...

. La Planète sauvage

. A ceguinha

. Regra de ouro do consumis...

. Welcome

. Fátima Lopes

. Um desafio, um ovo e uma ...

. Tem ovo

. Thin Lizzy vs. The Pixies

. Nino Guitar

. Festa inexplicável

. Pequenos gnomos

. Sem querer aventurei-me n...

. Comércio tradicional

. Orgulhos lusitanos

. A quem interessar: encont...

. Números de telefone fácei...

. Gosta de alho? Eu adoro a...

. Vítor Gaspar





Add to Google Reader or Homepage



AddThis Feed Button
AddThis Social Bookmark Button