Sábado, 23 de Fevereiro de 2008
Daniel Ferreira

Em baixo, um pedaço de um post de um blog que me atraiu desde que comecei a seguir um fio de uma meada. Deleitemo-nos:

 

 

“caro Daniel, o meu nome é sheila e há algum tempo que tenho vindo a acompanhar a sua guerra com a do senhor david motta, em primeiro lugar cabe-me informar que sou do algarve e estou do seu lado. À muito que sonho como será estar num evento rodeada de fotógrafos e pessoas famosas como a maya, o daniel com a sua experiência pode-me ajudar?
o que dizer?
como vestir?
como nao se deixar intimidar?
por favor dê-me as suas dicas e todas mais as que achar conveniente
gostava de poder voltar a vê-lo no grande ecrã
por favor responda-me e esmague esse escroque que é o DAVID MOTTA

beijinhos de loulé da sheila”


DANIEL FERREIRA:

Minha querida Sheila, em primeiro lugar devo começar por dizer que a minha guerra com a coisa David Mota está para durar visto que o mesmo não está receptivo a ceder um pedido de desculpas.
Depois, relativamente ao facto de quando os famosos estão num evento rodeados de fotógrafos: Sheila, o mais importante que nós podemos ter em toda a nossa vida é a humildade, a certeza de sermos fieis aos nossos princípios, a relação pacifica e de harmonia com os outros, a motivação de construirmos algo com significado, que fique para a posteridade, que sirva para os outros. O facto de nós, os “conhecidos”, sermos fotografados nesses eventos não deve nunca representar para nós uma construção social, mas sim uma superficialidade insignificante, vazia mas que não deixa de ser mágica e atraente.
A Sheila deve sentir-se bem com o seu corpo, é essencial. Ter um cabelo e mãos bem arranjadas, uma roupa confortável para que se possa mostrar uma boa dançarina e chamar a atenção. Deve usar umas lantejoulitas e uma roupita mais clarinha, que fica sempre bem.

Obrigado pelo seu contacto Sheila, e regressarei em breve ao grande ecrã para poder fazer aquilo que gosto, para quem gosto, o meu público.

Beijinhos grandes
Daniel Ferreira

 

Como diria o António Botto: Gosto

 

 

 

 



por Pedro Chichorro às 08:06
link do post | comente | adicionar aos favoritos

2 comentários:
De pedrocs a 25 de Fevereiro de 2008 às 10:23
Epá, mas porquê, pá... porquê?


De ze carlos manel a 7 de Maio de 2008 às 15:25
Em primeiro lugar gostaria de salientar que se te conhecesse nem sabes o que te fazia... meu deus... havia de ser uma pouca vergonha!
Em segundo lugar, estou do seu lado pois sou do algarve!
Em terceiro lugar, rapo o pito frequentemente e tenho o pito mesmo jeitoso.
Em quarto lugar, gostaria de lhe mamar umas bem mamadas.


Comentar post






.posts recentes

. Ainda alguém lê isto?

. Dicas de poupança - No de...

. Mensagem do futuro

. Bolores engenheiros

. Conversa no Taxi

. Juliette

. Escalada

. Despertador novo, vida no...

. Karma Police israelita

. Janela para o mundo

. Moda Lisboa - Sugestão de...

. Poema de um coronel sensí...

. La Planète sauvage

. A ceguinha

. Regra de ouro do consumis...

. Welcome

. Fátima Lopes

. Um desafio, um ovo e uma ...

. Tem ovo

. Thin Lizzy vs. The Pixies

. Nino Guitar

. Festa inexplicável

. Pequenos gnomos

. Sem querer aventurei-me n...

. Comércio tradicional

. Orgulhos lusitanos

. A quem interessar: encont...

. Números de telefone fácei...

. Gosta de alho? Eu adoro a...

. Vítor Gaspar





Add to Google Reader or Homepage



AddThis Feed Button
AddThis Social Bookmark Button