Sábado, 9 de Fevereiro de 2008
Nova moda à vista!

Sou tão desleixado com a minha aparência que não ligo nem nunca liguei a modas. Nunca segui nenhuma porque são simplesmente buracos na consciência social que nos fazem ficar envergonhados uns anos mais tarde. Aquilo que sempre usei é aquilo que ainda se usa e não deve passar enquanto for vivo: Jeans e t-shirts .

Os tais buracos são facilmente identificáveis: as calças em boca de sino, os colarinhos à aviador, os chumaços nos ombros das senhoras nos anos 80, as camisas do Herman , os cabelos "Emo" de agora e as calças a mostrar meia cueca DIM ou D&G.

Eis que agora aparece mais uma vinda da mesma parte de todas as outras: a zona labrega dos americanos.

Estas fotografias foram tiradas em festas, discotecas e bares de New Jersey, uma espécie de Carvalhos de Nova Iorque, com autoestrada e colégio e tudo; lá acham normal usar bronzeador absurdamente escuro e em ambundância. Vamos ver se isto pega. Confesso que desejo secretamente que sim, vai ser uma alegria por esse Portugal fora!

Clique na foto para aceder aos espécimens:



por Pedro Chichorro às 10:15
link do post | comente | adicionar aos favoritos

8 comentários:
De miguel a 9 de Fevereiro de 2008 às 12:18
a moda é pessoas esturricadas e c os cabelos em pé como se tivessem apanhado um choque eléctrico? antes isso do que meninos de 1.60m a usarem calças abaixo do rabo e a ficarem sem prenas ^.^


De pedrocs a 9 de Fevereiro de 2008 às 12:39
Este é o look que os bodybuilders usam há anos, nas competições de músculo.

Parecem caramelos... ah, espera... SÃO caramelos.


De ze_tuga a 10 de Fevereiro de 2008 às 22:37
que que isto,,, é so lélé...


De Dorlinda a 12 de Fevereiro de 2008 às 14:57
Pedro! Estes meninos são da AUSTRIA ,sao gajos da margem sul do danubio, filhos de classes trabalhadoras e são de extrema direita...e uma enorme fonte de inspiração ao Sr. Paulo Portas! (como se pode ver pela cor!)


De Pedro Chichorro a 12 de Fevereiro de 2008 às 15:03
Cara Dorlinda, deslargue-me... tome lá:

The origin of this picture is actually probably not NJ, but rather a
techno discotheque in Vienna, Austria, called “NACHTSCHICHT”
(”nightshift”) whose patrons are primarily from working-class
backgrounds.

The habit of using ridiculous amounts of tanning lotion - coupled
with regular visits to the solarium (”soli”) - is so commonplace here
that you barely spend a day without seeing at least a couple of these
guys on the streets. There are numerous videos and galleries on the web
that provide you with “best-of” compilations of this absurd trend…

The skin hue is referred to as “Prolo-braun” (Proletarian Brown).
Many of these fashion victims refer to themselves as “Krocha”, which is
also the name of the style of dance that they like to practice (related
to the europe-wide “jumpstyle” trend). Note that not all Krocha are
Prolo-braun.

“Krocha” comes from “Krachen” (to crack), and from the expression
“In die schicht einikrochn” (to burst into the nachtschichtg). Some
scholars think it also has something to do with the effect of solarium
abuse on the skin of the affected.

Other notable rituals include the sporting a celebratory “VoKuHiLa”
hair style(”Vorne Kurz, Hinten Lang” = a mullet basically), the wearing
of “de puta madre” t-shirts, ed hardy caps and, for the girls, the
famous “Arschgeweih” (”Ass-Antlers” a tatoo near the bottom of the
spine).

The newest style on the hard streets of Vienna is actually wearing
cheap 5€ neon-colored baseball caps (3 colors available: pink, green,
yellow - particularly effective under black light conditions),
preferrably in large groups of associated “Krocha”. It is not uncommon
to see 10-15 of them - all sporting pink headgear - loitering around
the exits of local u-bahn (subway) stations, most notably along the U1
and U6 lines. These serve the eastern side of the city (on the “other
side” of the danube), the 21st and 22nd district, which is also where
the “Nachtschicht” is located and where most “Krocha” seem to originate
from.

Interestingly, although many of the “local” (Austrian) followers of
this style could be classified as having a right-wing and generally
xenophobic orientation, “Krocha” come from many different cultural
backgrounds, including Turkish and Eastern-European. Especially (sic) the Turkish Krocha are taking the style to new heights by combining it with
a weird mix of punk/biker attire, many wearing tight black jeans, loose
t-shirts and black leather jackets.



De Dorlinda a 12 de Fevereiro de 2008 às 15:07
Olhe não me trate por voce, thaaa? E muito menos me fale em estrangeiro,ok?


De Pedro Chichorro a 12 de Fevereiro de 2008 às 15:10
será que sóme calham labregas? Dorlinda...


De Dorlinda a 12 de Fevereiro de 2008 às 16:16
Sim, que Chichorro é muito in!!!


Comentar post






.posts recentes

. Ainda alguém lê isto?

. Dicas de poupança - No de...

. Mensagem do futuro

. Bolores engenheiros

. Conversa no Taxi

. Juliette

. Escalada

. Despertador novo, vida no...

. Karma Police israelita

. Janela para o mundo

. Moda Lisboa - Sugestão de...

. Poema de um coronel sensí...

. La Planète sauvage

. A ceguinha

. Regra de ouro do consumis...

. Welcome

. Fátima Lopes

. Um desafio, um ovo e uma ...

. Tem ovo

. Thin Lizzy vs. The Pixies

. Nino Guitar

. Festa inexplicável

. Pequenos gnomos

. Sem querer aventurei-me n...

. Comércio tradicional

. Orgulhos lusitanos

. A quem interessar: encont...

. Números de telefone fácei...

. Gosta de alho? Eu adoro a...

. Vítor Gaspar





Add to Google Reader or Homepage



AddThis Feed Button
AddThis Social Bookmark Button