Sábado, 11 de Junho de 2011
Zezé Camarinha de Ramalde

Quando dei conta já era tarde. Ganhei o hábito de cumprimentar as pessoas com uma piscadela de olho. Não sei como ganhei este tique mas quando vejo alguém que conheço pimba. Pisco o olho esquerdo. Da menina do quiosque ao segurança do Península, é tudo varrido a piscadela.

Não me anda a incomodar muito mas não sei que figurinha faço. Poderá alguém interpretar a minha piscadela como mais do que um cumprimento?

Há algum tempo era com uma espécie de continência. Cumprimentava assim e não faço ideia do motivo. Às vezes ainda me sai o indicador e o médio a bater na testa, mas menos. Agora pisco o olho e tenho medo do que virá a seguir.



por Pedro Chichorro às 16:32
link do post | comente | adicionar aos favoritos

1 comentário:
De vinteeseiseunstrocos a 22 de Outubro de 2011 às 16:38
uma expressão de lábios secos???:)


Comentar post






.posts recentes

. Ainda alguém lê isto?

. Dicas de poupança - No de...

. Mensagem do futuro

. Bolores engenheiros

. Conversa no Taxi

. Juliette

. Escalada

. Despertador novo, vida no...

. Karma Police israelita

. Janela para o mundo

. Moda Lisboa - Sugestão de...

. Poema de um coronel sensí...

. La Planète sauvage

. A ceguinha

. Regra de ouro do consumis...

. Welcome

. Fátima Lopes

. Um desafio, um ovo e uma ...

. Tem ovo

. Thin Lizzy vs. The Pixies

. Nino Guitar

. Festa inexplicável

. Pequenos gnomos

. Sem querer aventurei-me n...

. Comércio tradicional

. Orgulhos lusitanos

. A quem interessar: encont...

. Números de telefone fácei...

. Gosta de alho? Eu adoro a...

. Vítor Gaspar





Add to Google Reader or Homepage



AddThis Feed Button
AddThis Social Bookmark Button