Segunda-feira, 31 de Março de 2008
O órgão de Posídon

Posídon, deus grego dos mares, tem o órgão na Croácia e toca no enorme instrumento a toda a hora. A performance é atracção turística na cidade de Zadar e os sons hipnotizantes produzidos pelas golfadas de ondas espumosas parecem realmente olimpicos.

 

Esta sugestão chegou-me via correio electrónico por uma tal de Ana Santos conhecida vulgarmente por esse país fora como Ana Luísa.




por Pedro Chichorro às 21:41
link do post | comente | adicionar aos favoritos

Queremos

Sérgio, larga os balões e trás traz esta menina ao Porto:

 




Domingo, 30 de Março de 2008
Bailebúrdia

Que uns vão para as discotecas/armazém da zona industrial, todos sabemos; que outros vão beber e fumar para os Leões, está à vista. Os mais trintões e quarentões vão para festas 80's ou festas pimbas, tudo normal. Mas ontem descobri estes, que são de várias idades e que cada vez são mais nestas noites do Contagiarte. Pelo que percebo, está-se a tornar um verdadeiro fenómeno de sucesso na noite do Porto:

 

 

Actualização: Peço desculpa a algumas pessoas que não vou enumerar agora mas chovem-me emails e telefonemas a alertar que estas festas são famosas há muitos anos e eu é que andava distraído. E quem diz traído diz cornudo.

 






Declarações

Usa MAC? Quer usar a aplicação para as declarações das finanças e só consegue que dê erros?

O Celso Martinho teve esse problema e qual cirurgião que se opera a si mesmo ou dona de casa que faz os seus próprios enchidos e móveis; abriu o bicho, encontrou os problemas, aparafusou umas coisas e limpou outras. O Celso resolveu o problema e disponibilizou a aplicação para a entrega do Modelo 3 corrigida para quem quer usar a dita em MAC.

Chama-se serviço público.

 

 



por Pedro Chichorro às 15:56
link do post | comente | adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 27 de Março de 2008
A revolta dos emos

Os emos são uma tribo urbana muito recente descendente dos góticos mas ainda menos credíveis e vazios de conteúdo. São conhecidos por serem chorões, terem o cabelo a tapar a cara e não se darem com seres humanos.

No México as coisas estão a ferver, depois de se verificarem autênticas caças ao emo, uma delas com 800 jovens, e diversos sites e blogs a apelar à emo-fobia; os emos mexicanos revoltaram-se e foram para a rua chorar.

 

Eis a tradução de duas mensagens online anti-emo:

“ODEIO EMOS!!! Eles não são sequer pessoas, eles são tão estúpidos, eles choram sobre coisas sem sentido... A minha escola está infestada deles, eu quero matá-los a todos!"

Outro diz:

 “Nunca antes se viu todas as tribos urbanas unirem-se conta uma só... Emos, a sua forma de pensar é merda, se estão assim tão deprimidos por favor façam-nos um favor e matem-se!"

Tenho que concordar que não há paciência, mas vamos lá ter calma. Ninguém mata ninguém. Eis o irreal vídeo:

 

Chichas é Hare Krishna.

 

 




Quarta-feira, 26 de Março de 2008
Dá-me o telemóbel - o filme

Para não deixar em mãos amadoras o registo videográfico do episódio da escola Carolina Michaelis, alguém fez uma versão mais profissional e, possivelmente, mais realista do que o próprio filme original:

 

 ó gorda! ó pachona! sai da friente!

 

Se não conseguir ver, clique aqui.



por Pedro Chichorro às 13:02
link do post | comente | adicionar aos favoritos

Terça-feira, 25 de Março de 2008
A porta do inferno

A cratera flamejante na foto em baixo fica em Darvaza , Turquemenistão (Turcomenistão , Turcomanistão , ou Turcoménia ) e é conhecida pelos locais como A porta do Inferno.

Há algumas décadas, geólogos procuravam por gás natural no subsolo quando se depararam com uma caverna cheia de gás. O terreno onde assentava a maquinaria e todo o acampamento desabou e acendeu o gás que arde desde então.

 

 

Mais fotos aqui




Segunda-feira, 24 de Março de 2008
Novos penteados

Depois de assistir, pela RTP Internacional, à homenagem dos 50 anos de carreira de Simone de Oliveira, a famosa Torre Eiffel decidiu, também ela, mudar o penteado para celebrar as suas 120 primaveras.

Mais recatada, apesar da sua altura, a famosa torre optou pelo estilo ninho de cegonhas Art Déco enquanto que a nossa Simone se baseou na não menos elegante doçaria conventual.

 

 

 

 



por Pedro Chichorro às 16:15
link do post | comente | adicionar aos favoritos

Longe do monitor, longe do coração

Há dias apelei aos caríssimos cibernautas e a você, amigo fiel, absorvente de emoções alheias e indivíduo fantástico que tanto aprecio e prezo. :|

Ok, vou ser honesto. Quero chegar ao coração do caro cibernauta e já percebi que isso não se consegue com palavra escrita. Foram precisas fotografias de crianças-esqueleto com moscas daquelas mesmo nojentas a entrar pelo nariz para que você, estimadíssimo ser humano, desse uns escudos/ cêntimos para uma malga de farinha.
Foi preciso mostrar as alvas focas-bebé a apanhar no focinho e a espirrar pedaços de cérebro para que a indignação aparecesse desse lado. Do(a) caro(a) amigo(a) espectador, leitor, cibernóide. Eu sei que nunca lhe disse e se calhar pode parecer estranho abordar isto agora, mas sempre gostei muito de si, clicador anónimo. Essa banha dá-lhe um ar distinto e sexy.

Adiante... não vou tentar apelar mais à sua sensibilidade. Acho que já percebeu que, para mim, o(a) caro(a) leitor(a) é algo diferente que nunca senti antes com mais nenhum(a) leitor(a).
De qualquer forma fica aqui o apelo ao Eypo para o sofá novo e uma imagem que, tal como as focas e as crianças-esqueleto, lhe vai dar vontade de ajudar este amigo que tanto o(a) estima muito sinceramente:

 

 

 Pode ajudar com o que quiser e puder depois de clicar aqui:




Domingo, 23 de Março de 2008
Leitoa

E então vais ser tratada como outra perna qualquer.



por Pedro Chichorro às 17:39
link do post | comente | adicionar aos favoritos

Magic: The Gathering

O Magic é um jogo de cartas coleccionáveis que 'apareceu' em 1993. Deve ter visto a luz do sol português talvez em 1996, pelo menos aos meus olhos e de forma mais exposta. (fui agora ver o site do representante de cá e acertei. Conhecia muitos geeks nessa altura.) Vicia porque é um jogo e é uma colecção, onde umas cartas são mais raras e valiosas que outras. Isto é um conceito mais velho que o cagar de cócoras no deserto e para além do Magic temos inúmeros exemplos de jogos para todas as idades que funcionam da mesma forma. Assim de repente só me lembro dos Pokemons mas há mais igualmente "viciantes" e sucessos comerciais.

O que me levou a pegar na caneta não é o Magic em si, mas perguntar ao criador durante quantos mais anos teremos peças jornalisticas na TV sobre esta "nova febre" que já tem 15 anos em vez de falarem nos jogadores de Sueca, Risco, Xadrês, Sims ou Bate-pé.

Será porque não há gente a ganhar dinheiro à custa desses jogadores e que precisa desses infomerciais?



por Pedro Chichorro às 14:01
link do post | comente | adicionar aos favoritos

O seu a seu dono

Depois desta foto portuguesa que foi anunciada como espanhola, levantou-se uma massa de contestação que nasceu aqui, neste mesmo blog que você, caro internauta, está a ler agora.

A contestação foi tão fraca ou tão forte que agora acham que é tudo português, ao ponto do Break.com, um dos sites de vídeos mais famosos do mundo, achar que este rabo é nosso. Não senhores, o rabo da Ana Malhoa sim, é produto português, esse é de fora.

 

 

 



por Pedro Chichorro às 00:36
link do post | comente | adicionar aos favoritos

Sábado, 22 de Março de 2008
Manipulação maternal

fátima(@)(*) diz:se quiseres vir comer amanhã diz

۞ Pocoyo diz:ok, devo-me deitar cedo
۞Pocoyo diz:nao queria prometer coisas e depois ficar a dormir

fátima(@)(*) diz:não deves ter nada para comer.... sem frigorifico...
fátima(@)(*) diz:
mas se quiseres vir jantar diz
fátima(@)(*) diz: tenho leitão

۞  Pocoyo diz:ui

fátima(@)(*) diz: è:D

fátima(@)(*) diz:a clara pinto correia não dança nada

fátima(@)(*) diz:pois é

fátima(@)(*) diz:tenho leitão


 


Fobia mal amanhada

Tenho uma fobia. Ou melhor: acho que tenho uma fobia, não sei se é uma verdadeira fobia porque como não tenho fobias não há um ponto de comparação para detectar se é uma fobia ou não. Um bocado como a asma, nunca tive asma por isso nem reparei que andava a guinchar como um bacorinho antes de ir ao forno. A medicina logo tratou de me oficializar a asma que eu não tinha.

A propósito: também não tenho fetiches nem ídolos. Acho eu.

 

Tudo se resume a balões, desses vulgares de borracha; mas não é em qualquer situação. Arrepio-me, encolho-me tapo os ouvidos passo-me da carola ao ver alguém a espremer um balão cheio. A fazer aqueles barulhos horríveis. Fico com com os dedos dos pés encarquilhados quando vejo um balão perdido ao sabor do vento a robolar pelo chão. O pânico da morte súbita, de rebentar com aquele estouro.

Deve-me ter estourado um desses sacanitas nas mãos quando eu era pequeno.

O vídeo que mostro em baixo devia ser, para mim, o limite do pânico. Mas não. A situação mostrada  deixa-me totalmente indiferente mesmo imaginando-me ali no meio.

Que raio de fobia é esta?

 




Sexta-feira, 21 de Março de 2008
Pedofilia alimentar

Tudo o que é pequenino é bonito ou é mais saboroso, mas pode ser ilegal. Atentemos nos tomates cherry , nas cenouras baby ou nas couvinhas de Bruxelas. Como é possível que consigamos comer tais criaturas que nem tempo tiveram para chegar à puberdade, quanto mais reproduzirem-se?

Já perdi a conta às discussões violentas que tive na padaria aqui do sítio por causa das míni bolas de Berlim , dos minúsculos éclairs e natinhas . É indecente mas isso a ASAE não proíbe... até se lembrarem, claro.

Hoje ao almoço cedi, confesso . Comi uns carapauzinhos minúsculos com arroz de legumes. Arrancava-lhes a cabecita, inseria-os nesta boca pecadora e cortava-lhes o rabo pela raiz . Treco . Depois mastigava bem que estes peixinhos são pequenos mas têm uma espinha ali toda firme.

Saí do restaurante com uma vergonha sem tamanho esperando que ninguém me visse e aí tudo piorou: o sítio que me serviu a refeição diabólica chama-se Ritto .

Não há coincidências.




Quinta-feira, 20 de Março de 2008
Bolas bolas bolas!

O Macaco descreveu este vídeo de forma excelente: "Como já conhecia não funcionou, mas da primeira vez que vi foi como uma experiência religiosa."

 

O vídeo já anda aqui há uns tempos, foi escapando mas tinha  que acabar aqui no Chichas. Para quem não sabe inglês, basicamente é isto:

 

1 - Contem as vezes que a equipa branca passa a bola.
2 - Vejam outra vez o vídeo mas sem preocupação de contar nada.

 

 

Levanta imensas questões, passamos a duvidar das nossas capacidades, de tudo que vemos... enfim. Pode não ser uma experiência religiosa, mas pelo menos é filosófica.

 

 

 




Legalizem a chapada já

 

NOTA: é a 3ª vez que este vídeo é apagado do YouTube e é a 2ª vez que actualizo isto.

 

 

 




Lusitana homofobia

Quer-se dizer, os heterossexuais não gostam do Café Lusitano porque tem demasiadas bichices e os homossexuais não gostam do Café Lusitano porque não deixam dar beijinhos. Ao ponto de fazerem vídeos sobre o assunto.

Como diria esse bastião da masculinidade, o Cláudio Ramos, tenho para mim que beijos gay em sítios como o Lusitano - que é um sítio nem carne nem peixe -  são na sua grande maioria dados a olhar para o lado a ver quem está a assistir.

Estão mais interessados em olhares de terceiros do que com o beijo em si. Ver duas pessoas a beijarem-se com os olhos muito arregalados a olharem para nós  sim, é uma imagem quase tão feia como a Clara Pinto Correia a dançar.

Enfim... bichices...

 

 

 




O horror

Aconselho aos mais sensíveis que não vejam o seguinte vídeo. Mostra a Clara Pinto Correia num concurso de dança e é absolutamente... olhem,  nem sei.

Obrigado ao Nelson Nelito Carrapito por me estragar o dia.




Quarta-feira, 19 de Março de 2008
Quem não gosta?

Talvez em resposta à minha lista de coisas que não consigo gostar, recebi esta foto de um tal de Nuno com algo que já admiti apreciar:



por Pedro Chichorro às 16:22
link do post | comente | adicionar aos favoritos






.posts recentes

. Ainda alguém lê isto?

. Dicas de poupança - No de...

. Mensagem do futuro

. Bolores engenheiros

. Conversa no Taxi

. Juliette

. Escalada

. Despertador novo, vida no...

. Karma Police israelita

. Janela para o mundo

. Moda Lisboa - Sugestão de...

. Poema de um coronel sensí...

. La Planète sauvage

. A ceguinha

. Regra de ouro do consumis...

. Welcome

. Fátima Lopes

. Um desafio, um ovo e uma ...

. Tem ovo

. Thin Lizzy vs. The Pixies

. Nino Guitar

. Festa inexplicável

. Pequenos gnomos

. Sem querer aventurei-me n...

. Comércio tradicional

. Orgulhos lusitanos

. A quem interessar: encont...

. Números de telefone fácei...

. Gosta de alho? Eu adoro a...

. Vítor Gaspar





Add to Google Reader or Homepage



AddThis Feed Button
AddThis Social Bookmark Button