Sábado, 9 de Maio de 2009
Carmina Burana

 Fernando Azevedo era enfermeiro mas a sua paixão sempre foi a música.

No passado dia 4, Fernando iria a uma audição para a orquestra da Casa da Música. Iria mas não foi. Fernando encontrou a morte ao atravessar a rua de Domingos Sequeira sem prestar atenção aos carros que vinham da rua 5 de Outubro.
Um condutor mais acelerado virou para aquela via e pôs termo a um concentrado humano de humildade, alegria, honestidade e criatividade que, no fundo, era Fernando.
Este foi o último ensaio de Fernando Azevedo antes de saír para a audição.

 



por Pedro Chichorro às 19:12
link do post | comente | adicionar aos favoritos






.posts recentes

. Ainda alguém lê isto?

. Dicas de poupança - No de...

. Mensagem do futuro

. Bolores engenheiros

. Conversa no Taxi

. Juliette

. Escalada

. Despertador novo, vida no...

. Karma Police israelita

. Janela para o mundo

. Moda Lisboa - Sugestão de...

. Poema de um coronel sensí...

. La Planète sauvage

. A ceguinha

. Regra de ouro do consumis...

. Welcome

. Fátima Lopes

. Um desafio, um ovo e uma ...

. Tem ovo

. Thin Lizzy vs. The Pixies

. Nino Guitar

. Festa inexplicável

. Pequenos gnomos

. Sem querer aventurei-me n...

. Comércio tradicional

. Orgulhos lusitanos

. A quem interessar: encont...

. Números de telefone fácei...

. Gosta de alho? Eu adoro a...

. Vítor Gaspar





Add to Google Reader or Homepage



AddThis Feed Button
AddThis Social Bookmark Button