Sábado, 4 de Outubro de 2008
Rituais de passagem

 Há coisas que realmente nos marcam com força. Podemos não nos lembrar do que jantámos ontem, ou quantas vezes fizemos xixi desde que acordámos; mas há episódios que vão connosco para a cova.
O primeiro dia de escola, o 1º bilhete de identidade, a inspecção da tropa, as fotos da Carolina Salgado com a boca na botija e agora tenho outro:

Houve uma breve pausa no tempo universal quando recebi o cartão do Mini Preço.

Sou oficialmente um doméstico, alguém que conta os tostões para comprar legumes e iogurtes da marca Dia. Sou um idoso que vai às compras com um saco de plástico amarfanhado na mão e estou seriamente a pensar comprar um carrinho com rodinhas.
Nota positiva: a menina da caixa passou a olhar para mim. E sorri! Tanto que o mini cartão do Mini Preço já é o meu porta chaves para qualquer eventualidade. Dá-me um ar sério e separa-me da canalhada.
E não, nem todos os detentores de um cartão Mini Preço cheiram a urina. Alguns cheiram a bosta mesmo.

 



por Pedro Chichorro às 17:03
link do post | comente | adicionar aos favoritos






.posts recentes

. Ainda alguém lê isto?

. Dicas de poupança - No de...

. Mensagem do futuro

. Bolores engenheiros

. Conversa no Taxi

. Juliette

. Escalada

. Despertador novo, vida no...

. Karma Police israelita

. Janela para o mundo

. Moda Lisboa - Sugestão de...

. Poema de um coronel sensí...

. La Planète sauvage

. A ceguinha

. Regra de ouro do consumis...

. Welcome

. Fátima Lopes

. Um desafio, um ovo e uma ...

. Tem ovo

. Thin Lizzy vs. The Pixies

. Nino Guitar

. Festa inexplicável

. Pequenos gnomos

. Sem querer aventurei-me n...

. Comércio tradicional

. Orgulhos lusitanos

. A quem interessar: encont...

. Números de telefone fácei...

. Gosta de alho? Eu adoro a...

. Vítor Gaspar





Add to Google Reader or Homepage



AddThis Feed Button
AddThis Social Bookmark Button