Sexta-feira, 3 de Outubro de 2008
Vamos rir?

 Já que os brasileiros usam os portugueses para aquelas piadas internacionais que nós, portugueses usamos contra nós mesmos, vou aqui contar um episódio verdadeiro que acabei de inventar:

Numa obra de um prédio alto trabalhavam três trabalhadores amigos, um do Porto, um de Beja e um brasileiro. Todos os dias sentavam-se nos andaimes no 20º andar e ali almoçavam juntos.
O homem do Porto abriu a marmita e ao ver outra vez tripas queixou-se: "Se amanhã almoço outra vez tripas atiro-me daqui e mato-me!"
O alentejano abre a marmita e vê açorda: "Se amanhã encontro açorda aqui outra vez mato-me!"
O brasileiro abre o almoço e encontra arroz com feijão: "Cara! Se amanhã almoço arroz com feijão de novo eu pulo e me mato!"

No dia seguinte o Portuense tinha tripas para o almoço, atirou-se do andaime e morreu.
O alentejano tinha açorda e saltou, esborranchando-se.
O brasileiro tinha arroz com feijão e suicidou-se também.

No funeral dos 3 amigos as viúvas choravam, dizia a viúva do Porto: "Aiiiii se eu sabia que o meu homem estava enjoado de tripas tinha feito outras coisas!".
A alentejana também se queixava: "Eu não imaginava que ele estava farto de açorda! Ele nunca se queixou!".
O silêncio instalou-se durante uns segundos com olhares em direcção à viúva brasileira, que de repente grita: "Olha para mim não! Era ele mesmo quem preparava o almoço!"

Ahahahaha!!! cof... cof... ahahahahaha!!! cof!
Lembram-se daquele anúncio a fraldas para adultos que dizia: "Às vezes quando me rio ou faço um esforço sai-me uma pinguinha"?
Já me aconteceu estar com o nariz entupido e fazer uma bola tipo chiclet no nariz. Mas é raríssimo acontecer e tenho pena. É uma espécie de festa surpresa, de alegria instantânea com direito a palminhas. Mas muito efémera. Logo a seguir todas as amarguras da vida voltam a abater-se sobre mim.

Eu não preciso de ir aos concursos da TV para contar estas verdades em público. Pena que não ganhe dinheiro por escrever sobre bolas de ranho.


 



por Pedro Chichorro às 03:31
link do post | comente | adicionar aos favoritos






.posts recentes

. Ainda alguém lê isto?

. Dicas de poupança - No de...

. Mensagem do futuro

. Bolores engenheiros

. Conversa no Taxi

. Juliette

. Escalada

. Despertador novo, vida no...

. Karma Police israelita

. Janela para o mundo

. Moda Lisboa - Sugestão de...

. Poema de um coronel sensí...

. La Planète sauvage

. A ceguinha

. Regra de ouro do consumis...

. Welcome

. Fátima Lopes

. Um desafio, um ovo e uma ...

. Tem ovo

. Thin Lizzy vs. The Pixies

. Nino Guitar

. Festa inexplicável

. Pequenos gnomos

. Sem querer aventurei-me n...

. Comércio tradicional

. Orgulhos lusitanos

. A quem interessar: encont...

. Números de telefone fácei...

. Gosta de alho? Eu adoro a...

. Vítor Gaspar





Add to Google Reader or Homepage



AddThis Feed Button
AddThis Social Bookmark Button